31 de ago de 2010

Teatro: Evangelismo de Impacto

Portanto usemos nossos diferentes dons
de acordo com a graça que Deus nos deu.
Se o dom que recebemos é o de anunciar
a mensagem de Deus façamos isso de acordo
com a fé que temos”. (Romanos 12:6, 7).

Deus, com sua magnitude nos criou e a Ele devemos adorar, segundo está escrito no versículo 24 do capítulo 4 de João: "Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade."

Através do teatro ou seja qual for o modo de adoração, podemos mostrar as pessoas o que Deus é, quer e como Ele quer que sejamos. Se vivemos para adorar, algo de diferente as pessoas irão notar em nós. Por que devemos ser luz pra iluminar, e sal para temperar este mundo tenebroso. Porém é necessário que o intérprete cristão tenha uma vida digna, verdadeira, de testemunho vivo, e de adoração constante ao nosso Senhor, proporcionando àqueles que ainda não conhecem ao autor das nossas vidas uma noção de mudança, implicando na expressão de uma vida diferente perante o mundo em que vivemos.

O teatro é algo muito comum em nossas cidades, já não é mais privilégio da nata da sociedade. Podemos visualizar esta arte até mesmo em praças, trânsito, etc. E o mais interessante é que por mais desligado que seja uma pessoa, ela pára e presta atenção pelo menos por alguns segundos. Numa sociedade tão individualista, que as pessoas sequer olham para o lado quando estão andando, chamar a atenção de alguns é uma questão bem considerável. O teatro faz despertar a atenção daqueles que estão em busca de algo mais em sua vida, sendo um veículo do evangelho, e esta arte de evangelizar não é difícil, porém é um privilégio daqueles que realizam esta obra, seja dentro ou fora da igreja.

Hoje podemos usufruir de muita tecnologia, equipamentos bons que podem proporcionar uma boa apresentação, porém isto não é bastante, e nem o mais importante para que nosso objetivo como servos de Deus seja alcançado. Algumas coisas têm uma importância fundamental quando queremos seguir a vontade de Deus, seguindo esta ordem abaixo podemos observar quais são estas coisas:

Uma coisa fundamental para atingir o objetivo proposto, o de impactar evangelísticamente para mudar e transformar vidas, requer é lógico, aptidão, talento e sem dúvida nenhuma criatividade, muita vontade para sair dos parâmetros das coisas simples e normais, para levar as pessoas a fixarem os olhos naquilo que fizermos.

Algumas dicas
- não tenha medo;

- não fique envergonhado;

- não fique com receio de amarelar, errar;

- Apenas se preocupe em fazer o melhor para Deus e para que sua obra seja feita;

- Lembre-se, é ficando vermelho e confiando em Deus é que a obra começa;

- Se solte (sem exageros);

- Tente ficar calmo (pode ser por meio de exercícios);

- Tente ficar na situação de seu personagem, bola pra frente;

- Nunca fique de costa para o público, exceto em cenas que exijam;

- Tente falar em alto e bom som, sem gritar ( a não ser que a cena exija);
- Nunca fale cabisbaixo, nunca fale rapidamente;


- Tente ser o mais natural possível em suas interpretações;

- Quando fizer algum papel extravagante, não se anime e saia dalí achando que você ainda está interpretando;

- Quando pegar algum roteiro, se for diferente da realidade do local em que será apresentado, tente modificar, fazer alguns ajustes aqui, alí, até que encaixe.

No mais, que expressemos através de nossos rostos e corpos, a verdade expressa na palavra de Deus!
Se você quiser participar do Ministério de teatro da JEC entre em contato com o Marcel.
Parabéns aos premiados na Noite das Estrelas na Palhoça, ao grupo Criativa da Rua e muito obrigado pelo carinho de todos que estão a frente desse ministério.
*Inara - melhor atriz
*Naiana - melhor atriz coadjuvante
*Dezão - melhor ator coadjuvante

Fonte: teatroevangelico.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Posts