31 de ago de 2010

Teatro: Evangelismo de Impacto

Portanto usemos nossos diferentes dons
de acordo com a graça que Deus nos deu.
Se o dom que recebemos é o de anunciar
a mensagem de Deus façamos isso de acordo
com a fé que temos”. (Romanos 12:6, 7).

Deus, com sua magnitude nos criou e a Ele devemos adorar, segundo está escrito no versículo 24 do capítulo 4 de João: "Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade."

Através do teatro ou seja qual for o modo de adoração, podemos mostrar as pessoas o que Deus é, quer e como Ele quer que sejamos. Se vivemos para adorar, algo de diferente as pessoas irão notar em nós. Por que devemos ser luz pra iluminar, e sal para temperar este mundo tenebroso. Porém é necessário que o intérprete cristão tenha uma vida digna, verdadeira, de testemunho vivo, e de adoração constante ao nosso Senhor, proporcionando àqueles que ainda não conhecem ao autor das nossas vidas uma noção de mudança, implicando na expressão de uma vida diferente perante o mundo em que vivemos.

O teatro é algo muito comum em nossas cidades, já não é mais privilégio da nata da sociedade. Podemos visualizar esta arte até mesmo em praças, trânsito, etc. E o mais interessante é que por mais desligado que seja uma pessoa, ela pára e presta atenção pelo menos por alguns segundos. Numa sociedade tão individualista, que as pessoas sequer olham para o lado quando estão andando, chamar a atenção de alguns é uma questão bem considerável. O teatro faz despertar a atenção daqueles que estão em busca de algo mais em sua vida, sendo um veículo do evangelho, e esta arte de evangelizar não é difícil, porém é um privilégio daqueles que realizam esta obra, seja dentro ou fora da igreja.

Hoje podemos usufruir de muita tecnologia, equipamentos bons que podem proporcionar uma boa apresentação, porém isto não é bastante, e nem o mais importante para que nosso objetivo como servos de Deus seja alcançado. Algumas coisas têm uma importância fundamental quando queremos seguir a vontade de Deus, seguindo esta ordem abaixo podemos observar quais são estas coisas:

Uma coisa fundamental para atingir o objetivo proposto, o de impactar evangelísticamente para mudar e transformar vidas, requer é lógico, aptidão, talento e sem dúvida nenhuma criatividade, muita vontade para sair dos parâmetros das coisas simples e normais, para levar as pessoas a fixarem os olhos naquilo que fizermos.

Algumas dicas
- não tenha medo;

- não fique envergonhado;

- não fique com receio de amarelar, errar;

- Apenas se preocupe em fazer o melhor para Deus e para que sua obra seja feita;

- Lembre-se, é ficando vermelho e confiando em Deus é que a obra começa;

- Se solte (sem exageros);

- Tente ficar calmo (pode ser por meio de exercícios);

- Tente ficar na situação de seu personagem, bola pra frente;

- Nunca fique de costa para o público, exceto em cenas que exijam;

- Tente falar em alto e bom som, sem gritar ( a não ser que a cena exija);
- Nunca fale cabisbaixo, nunca fale rapidamente;


- Tente ser o mais natural possível em suas interpretações;

- Quando fizer algum papel extravagante, não se anime e saia dalí achando que você ainda está interpretando;

- Quando pegar algum roteiro, se for diferente da realidade do local em que será apresentado, tente modificar, fazer alguns ajustes aqui, alí, até que encaixe.

No mais, que expressemos através de nossos rostos e corpos, a verdade expressa na palavra de Deus!
Se você quiser participar do Ministério de teatro da JEC entre em contato com o Marcel.
Parabéns aos premiados na Noite das Estrelas na Palhoça, ao grupo Criativa da Rua e muito obrigado pelo carinho de todos que estão a frente desse ministério.
*Inara - melhor atriz
*Naiana - melhor atriz coadjuvante
*Dezão - melhor ator coadjuvante

Fonte: teatroevangelico.com.br

30 de ago de 2010

Incrível e Inexplicável

Deus providenciou a salvação como uma forma de reconciliação entre nós (pecadores que merecem o justo castigo) e Ele (o que foi ofendido pelos nossos pecados e tem o direito de aplicar a pena estabelecida). Essa forma de reconciliação foi a morte de Jesus Cristo na cruz. Jesus pagou a dívida que era nossa perante Deus. Assim, nós nos reconciliamos com Deus crendo (pela fé) na obra de Jesus Cristo. “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus”. (Efésios 2:8)

Vamos explicar o trecho: “Porque pela graça sois salvos”.
A palavra graça tem muitos significados na Bíblia, mas o principal deles aponta para o grande amor de Deus que salva as pessoas e as conserva unidas com Ele. Em outras palavras, a “graça de Deus” significa a decisão amorosa de Deus em nos salvar da maldição eterna e nos abençoar, mesmo nós não sendo merecedores.
É algo difícil para o mundo compreender. No mundo, aquele que ofendeu é quem deve ir em direção ao ofendido e buscar a reconciliação. A graça de Deus é o contrário: Deus (o ofendido) é quem veio em nossa direção (os ofensores) e nos ofereceu a reconciliação.
Portanto, a graça de Deus é muito grandiosa, pois foi através dela que Deus nos deu a esperança de termos os nossos pecados perdoados e uma nova vida nesta terra, e também uma vida eterna nos céus (salvação).

Outros significados da palavra graça:
• A soma das bênçãos que uma pessoa, sem merecer, recebe de Deus;
• A influência sustentadora de Deus que permite que a pessoa salva continue fiel e firme na fé;
• Louvor; gratidão;
• Boa vontade; aprovação;
• Beleza;
• Bondade;
• “De graça” é sem pagar nada.

Fonte: esbocandoideias.com

27 de ago de 2010

To Save a Life


   Vi  esse filme agora e fui obrigado a vir aqui compartilhar com vocês. Esse filme é único, diferente de vários filmes cristãos que já vi, não melhor nem pior mas muito especial. O filme mostra o quanto nós podemos e precisamos fazer diferença nesse mundo, como as pessoas precisam de amor e compreensão. Muitas vezes vivemos nossa vida pensando só nos nossos problemas e dificuldades e esquecemos do nosso próximo que precisa urgentemente de nossa ajuda e carinho, esquecemos de olhar para fora e olhamos apenas para o nosso interior. Esse filme nos lembra de que podemos fazer a diferença nesse mundo mesmo que talvez pensemos que nossa vida não é um exemplo ou não temos capacidade, mostra que quando buscamos a felicidade e o bem para os outros a consequencia é também o nosso crescimento pois Ele nos guia. Não preciso falar muito mas apenas peço que não deixem de ver esse filme, vejam e deixem ser transformados, busquem e peçam a Deus que através da sua vida Ele transborde o Seu amor incondicional nesse mundo. Precisamos constantemente ser acordados de nossa vida centrada no eu, temos que olhar ao nosso redor, existem pessoas que precisam muito do amor de Deus, que preenche toda a nossa vida e nos traz paz. Que cada um de nós possa ser transformado a cada dia, rumo ao nosso alvo: JESUS!

Deus seja louvado para sempre, toda honra e toda glória ao Seu nome, amor incomparável, incondicional, inesgotável maravilhoso!

Nos guia Pai!

Jesus diz: O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei. João 15:12


Prosseguindo para o Alvo

Filipenses 3.13-14: "Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim. Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus."

No verso 13, o apóstolo diz: "Não julgo que o haja alcançado". Quem conhece a obra missionária de Paulo, sabe que ele foi um missionário bem sucedido, ele poderia ter dito, "alcancei meu objetivo", mas ele estava disposto a conseguir mais. Primeira coisa que eu aprendo aqui é que você tem todo o direito de querer mais, de aprimorar e melhorar o que você já conseguiu, e mesmo que não tenha conseguido realizar algum objetivo, declare como Paulo: "Não julgo ter alcançado"... esta confissão nos abre na mente um leque de idéias e entusiasmo para continuarmos e nos dedicarmos novamente a grandes projetos.

Devemos nos libertar do passado:

"Esquecendo-me das coisas que para trás ficam". Paulo declara que mesmo que não tenha alcançado seu alvo, ele deveria tentar novamente, mas para isso, algo era necessário ser feito: "Esquecer do que ficou para trás".

Muitas pessoas não conseguem andar para frente justamente por isso. Ficam presas ao passado. Imitam a mulher de Ló, que olhou para trás e virou estátua, não voltou nem prosseguiu.

O crente que vive remoendo o passado, não tem visão de futuro:

- Que falta eu sinto daquele outra igreja!
- Que saudade eu sinto da minha ex-namorada!
- Que saudade eu sinto do meu falecido marido!
- Ah, como eu era feliz quando ganhava 1000 reais por mes.
- Ah, como era melhor os peixes do Egito, melhor do que esse maná do deserto....

Irmão, seja qual for o seu passado, talvez aparentemente até melhor do que os dias atuais, liberte-se dele. Você não tem pacto com o passado, e não deve fidelidade a ele. Deus quer te fazer andar para frente. Talvez você ganhe muito menos do que ganhava antes. Talvez sua família era mais entrosada no passado. Talvez você sinta falta de algo ou de alguém, mas uma coisa eu te digo:

"Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima". Se ficar preso no passado, não tem como andar pra frente. Você precisa esquecer definitivamente das coisas que para trás ficam. O passado pode arruinar sua vida para sempre. Pode te afastar até de Deus.

Se for necessário perdoar alguém, perdoe. Se for necessário pedir perdão, peça... mas liberte-se do passado. Deus tem novos degraus, novos andares, para sua vida. Esforça-te, você vai conseguir.



Autor: Pr. Ricardo Ribeiro

26 de ago de 2010

O que o deserto pode produzir?

Por André Sanchez

Apesar de ignorarmos o deserto pela sua pouca atratividade, ele está lá. O deserto faz parte da paisagem e da natureza e tem a sua função. Por que teria sido criado? Porque certamente é útil! Deus não criou nada inútil.

Muitos não vêem utilidade alguma no deserto que não seja a de causar dor e sofrimento. Por isso, fazem questão de nem pensar nele, de ignorá-lo, fingir que ele não existe.

Mas isso é em vão, pois o deserto tem o poder de se locomover até nós. Sim, ele pode sair de seu lugar e vir ao nosso encontro. E o mais desesperador é que esse encontro não pode ser evitado. O que fazer então? Essa é uma pergunta sábia, pois é a primeira atitude em relação ao deserto. Ele deve ser encarado. Há algo a fazer. Apesar de sua secura e aridez quase total, o deserto tem o poder de produzir. Ele pode produz tanto perdedores quanto vencedores.

Jesus, sendo Deus, poderia ter evitado o encontro com o deserto, mas aceitou ser levado até ele: “A seguir, foi Jesus levado pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo.” (Mateus 4:1) No deserto Jesus venceu e se tornou o modelo de alguém que não teme o deserto, mas extrai dele a vitória. Não uma vitória sem lutas, mas uma vitória conquistada.

A atitude de uma boa parte do povo de Israel mostra o outro lado da questão: Eles olharam o deserto e se assuntaram. Como qualquer um, diga-se de passagem! Mas ao contrário de Jesus, permaneceram assustados, murmuraram, pediram para si a morte, desconfiaram, perderam as forças, desistiram, esqueceram de Deus.

Mais uma vez o deserto produz, mas desta vez produz perdedores: “Neste deserto, cairá o vosso cadáver, como também todos os que de vós foram contados segundo o censo, de vinte anos para cima, os que dentre vós contra mim murmurastes; não entrareis na terra a respeito da qual jurei que vos faria habitar nela.” (Nm 14. 29-30).

O deserto foi democrático no decorrer das épocas. Passaram por ele servos de Deus do passado, ímpios, profetas, reis, o Filho de Deus, apóstolos, nós. Sua produção foi ampla. Talvez tenha produzido mais derrotados que vitoriosos.

Porém, a verdade sobre o deserto é que aqueles que o enfrentam com a ajuda de Deus, como Jesus fez, sairão vitoriosos mesmo em meio a duras lutas, assim como foi com Jesus.

“Bem-aventurado o homem cuja força está em ti, em cujo coração se encontram os caminhos aplanados, o qual, passando pelo vale árido, faz dele um manancial; de bênçãos o cobre a primeira chuva.” (Sl 84. 5-6).

O que o deserto tem produzido em nossas vidas? Eis a produtividade do deserto!

24 de ago de 2010

O plano perfeito de Deus

DEUS TE AMA, E TEM UM PLANO MARAVILHOSO PARA A SUA VIDA.

O AMOR DE DEUS
"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna" (João 3:16).

O PLANO DE DEUS
Cristo afirma: "Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância" (uma vida plena e com propósito) (João 10:10).

Por que é que a maioria das pessoas não conhecem essa "vida em abundância"?

O HOMEM É PECADOR E ESTÁ SEPARADO DE DEUS; POR ISSO NÃO PODE CONHECER NEM EXPERIMENTAR O AMOR E O PLANO DE DEUS PARA A SUA VIDA.

O HOMEM É PECADOR
"Pois todos pecaram e separados estão da glória de Deus" (Romanos 3:23). O homem foi criado para ter um relacionamento perfeito com Deus, mas por causa da sua desobediência e rebelião, escolheu seguir o seu próprio caminho, e o relacionamento com Deus desfez-se. O pecado é um estado de indiferença do homem para com Deus.

O HOMEM ESTÁ SEPARADO
"Porque o salário do pecado é a morte" (separação espiritual de Deus) (Romanos 6:23).


Deus é santo e o homem é pecador. Um grande abismo separa-os. Mas o homem sente que lhe falta algo, tem um vazio e está continuamente a procurar alcançar Deus e a vida abundante, através dos seus próprios esforços: vida reta, boa moral, filosofia, etc.

Vamos a única resposta para o problema da separação...

JESUS CRISTO É A ÚNICA SALVAÇÃO DE DEUS PARA O PECADO DO HOMEM. POR MEIO DELE VOCÊ PODE CONHECER O AMOR E O PLANO DE DEUS PARA A SUA VIDA.

ELE MORREU EM NOSSO LUGAR
"Mas Deus prova o seu próprio amor para connosco, pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores" (Romanos 5:8).

ELE RESSUSCITOU DENTRE OS MORTOS
"Cristo morreu pelos nossos pecados... foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras." (I Coríntios 15:3,4).

ELE É O ÚNICO CAMINHO
Respondeu-lhe Jesus: "Eu sou o caminho e a verdade, e a vida: ninguém vem ao Pai senão por mim" (João 14:6).


Deus ligou o abismo que nos separa dele, ao enviar o seu Filho, Jesus Cristo, para morrer na cruz em nosso lugar.

E mais....

PRECISAMOS RECEBER JESUS CRISTO COMO SALVADOR E SENHOR, POR MEIO DE UM CONVITE PESSOAL. SÓ ENTÃO PODEREMOS CONHECER E EXPERIMENTAR O AMOR E O PLANO DE DEUS PARA A NOSSA VIDA.

PRECISAMOS RECEBER CRISTO
"Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus; a saber; aos que crêem no seu nome" (João 1:12)

RECEBEMOS CRISTO PELA FÉ
"Porque pela graça sois salvos; mediante a fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus; não das obras, para que ninguém se glorie" (Efésios 2:8-9).

RECEBEMOS CRISTO POR MEIO DE UM CONVITE PESSOAL
Cristo afirma: "Eis que estou à porta, e bato: se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa" (Apocalipse 3:20)

Receber Cristo implica num desejo de mudança de vida, uma nova atitude para com Deus, é deixar de confiar em nossos próprios esforços, crendo que Cristo, ao entrar em nossos vidas faz de nós aquilo que Ele quer que sejamos.

Estes dois círculos representam dois tipos de vida:



Qual dos dois círculos representa a sua vida?
Qual deles desejaria que representasse sua vida?

Eu gostaria de explicar-lhe como pode receber Cristo.

VOCÊ PODE RECEBER A CRISTO AGORA MESMO EM ORAÇÃO
(Orar é falar com Deus)

Deus conhece o seu coração e está mais interessado na atitude do seu coração do que nas suas palavras. Ore, converse com Deus, entregue sua vida e aceite a Jesus como a ponte sobre o abismo.

Fonte - http://www.deusamavoce.com/

19 de ago de 2010

Bíblia?

Você vai conhecer a Deus pela Bíblia. E talvez o seu maior fracasso em amar é o seu fracasso em conhecer.
Pesquise, leia o Evangelho, preste muita atenção quando "Jesus diz".
Você só pode conhecer a Deus através da Bíblia, revela quem Deus é, mostra o caráter de Deus, o que Deus gosta o que não gosta, o que Ele pensa, o que Ele sonha.
De Gênesis a Apocalipse revela o caráter de Deus, a vontade Dele, através da leitura bíblica você começa a saber quem é Deus.
O que é a Bíblia? A palavra de Deus revelada ao homem. Deus se revelou a terra, a você através da palavra, então Bíblia fechada ou aberta no livro de Salmos não tem valia nenhuma, não serve pra nada.
Conheça a Bíblia, leia a Bíblia, aprofunde o seu conhecimento bíblico; Deus vai se revelar a você, você saberá tudo que Deus quer através da Bíblia.

- O autor da Bíblia é vivo até hoje;
- A história não achou nenhum fio de cabelo, nenhum osso, 3 dias Ele deu o gostinho pra morte;
- E ae a pedra rolou e Ele a si próprio ressuscitou;
- E a Bíblia diz que ele vive pelos séculos dos séculos, de eternidade em eternidade para sempre e somente sempre;
- Esse é o Deus do cristianismo;
- O Homem que escreveu a Bíblia andou por sobre as águas;
- Multiplica, do nada, a matéria, 3 peixes e 5 pães alimentaram 15 mil pessoas;
- Ele é sobre-humano, Ele é Deus;
- Não existem, um, dois ou três caminhos, apenas um caminho;
- A ressureição de Lázaro: perda da vitalidade de todos os órgãos, não foi apenas a ressurreição, Jesus recompôs pele, ossos, carne, pois já cheirava mal, estava em decomposição;
- Eu sou a verdade, única, exclusiva e absoluta.

18 de ago de 2010

A criação - O criador

De onde viemos? Como que o universo foi criado?
Evolução X Criação

16 de ago de 2010

Quem é Evangélico Evangeliza!

"A falta de compromisso com a evangelização na vida pessoal, é um sinal de pouco ou nenhum discipulado, e um indício de que outras coisas vão muito mal na vida espiritual do cristão. Quem foi discipulado e aprendeu a obedecer todas as coisas que o Senhor Jesus ordenou, esse evangeliza, a tempo e fora de tempo, com todas as estratégias e recursos de que dispõe!"

Rio, 13 de janeiro de 2010.


Liguei para meu amigo Dnardo, e para meu irmão Rodrigo para marcar o encontro a fim de escrevermos letras de música, trocar um papo furado e etc. O lugar escolhido foi o beco das sardinhas, mas deveríamos nos encontrar na praça XV, no centro do Rio mesmo. Cheguei, e como sempre meu irmão não tinha chegado, fiquei conversando com Dnardo sobre inspiração de Deus nas letras de música e depois sobre Evangelização. Em um determinado momento, falamos sobre um homossexual que entrou no ônibus dele e o desconcentrou na criação de uma nova letra de música, e aí chegamos a uma conclusão! Não estávamos preparados para levar a palavra de Deus para um homossexual. Como chegar? Como falar com ele? Bom, preconceito é algo que às vezes você acha que não tem, mas você pode ter, porém como cristãos não podemos nos submeter a um preconceito como esses. Tentamos pedir a Deus que nos preparasse quando fosse a hora certa.

Meu irmão chegou, e fomos andando para o lugar marcado, chegando lá pedimos nosso prato, nossos refrigerantes e começamos a escrever as letras, a gravar a música em um gravadorzinho. Em alguns momentos vinha uma homem travestido de mulher vendendo flores, passou em todas as mesas, menos na nossa, para alguns um alívio, para alguém com o Ide no coração, não! Então o Rodrigo, abaixou a cabeça discretamente e pediu que Deus enviasse alguém para ele transmitir a palavra de Deus. Outra pessoa que vendia adesivos, também passou em todas as mesas, mas, também, não passou na nossa. Aí o Rodrigo perguntou “Não é estranho que nenhum deles tenha passado aqui na nossa mesa?”, e todos nós concordamos. Começamos a falar de evangelização, e novamente, eu e Dnardo, falamos que talvez não poderíamos estar preparados para evangelizar um homossexual, então meu irmão em tom de brincadeira falou “Que tal começarmos a evangelizar agora?”, no mesmo momento tentei procurar alguém para poder abordar, e pensando como abordaria. Logo desisti, e falei “É ainda não!”, Rodrigo riu um pouco e continuamos nossa conversa. Então, não da forma que meu irmão pediu, não a pessoa que pedimos, mas aconteceu. Um homem vendendo bombons chegou perguntando quem tinha mais dinheiro para comprar seus bombons, após um pouco de descontração, ele sugeriu que eu levasse Dnardo e o Rodrigo a uma casa de massagem, vulgo “inferninho”, foi então que falamos que tínhamos dois compromissos, com nossas namoradas, e com Deus. O homem ficou surpreso em achar que três jovens eram “crentes”, e perguntou por quê? Perguntamos o nome dele, e então ele respondeu “Meu nome é Jô do Bombom, er….quero dizer ….é Jô, não, assim…é que…meu nome mesmo é João!”. Eh meus caros colegas, estávamos diante de um homem travestido de mulher! E o preconceito ficou nulo neste momento, pois Deus foi derramando seu amor! Começamos a falar de Deus, Jesus, falar que ele se importa com ele, e que não nos prendemos a rótulos, e sim ao que há de verdadeiro no coração da gente. Ficamos um bom tempo conversando, pregando, cumprindo o IDE, e aquele Ateu desacreditado, infeliz, com um enorme vazio por dentro foi se abrindo falando de seus horrores, enquanto era rebatido pela luz de Cristo, falava de suas decepções, enquanto era confortado pelo amor de Cristo, ele relutou a entender o que era o amor de Cristo, e no final, aceitou uma oração, e Deus tocou naquele coração, e ele se prontificou a este domingo ir à Igreja conosco! Deu seu telefone para ligarmos e combinarmos o melhor horário. Ele saiu mais leve, quase experimentou a leveza do amor de Cristo, mas chegou bem próximo. E mais uma vez, Deus escolheu a pessoa para receber a palavra dEle. Deus levou aquele homem até a nossa mesa, mesmo passando pela nossa cabeça o poder de escolher alguém para transmitir a palavra de salvação, este tipo de acepção não pode existir, mas uma vez Deus mostrou que não precisamos nos preparar, pois ele nos prepara, nos fortalece com a fé, e nos arma com a palavra.

Caros,

O fato de não precisar se preparar, somente cabe na condição de exceção. É claro que precisamos estudar a palavra, estar em sintonia com Deus, mas também não devemos deixar de fazer o IDE por isso, pois Deus é quem nos usa, e não o contrário.

Sentimos o chamado, e derramamos a palavra de Deus no João. Ele pode sentir o amor de Cristo saindo de nossos corações.

Cristo é maravilhoso, e o poder de Deus é incrível!!!!

Mas percebemos que alguns versículos não estavam totalmente gravados em nossas cabeças, o que quero dizer que se não fosse Deus, poderíamos ficar gaguejando sem saber o que fazer. Aí sim entra a preparação, é como um carro, às vezes pega de primeira, e às vezes você tem que dar o tranco, o tranco é entender o que está falando, sabendo as informações da bíblia e sua real intenção, em um determinado momento o carro pega e aí o Espírito de Deus entra em ação e pronto! Sai de Baixo!! rs

É isso aí, mais um post novo para essa galera linda de Deus !


Fonte: http://nastrilhasdoide.wordpress.com

4 de ago de 2010

4ª Feijoada da JECampinas

Local: Eletrosul do Sertão do Maruim. Clique aqui para ver o mapa
Dia: 15 de Agosto
Horário: a partir das 10h
Camisetas a R$20,00



Local:

Exibir mapa ampliado
Ocorreu um erro neste gadget

Posts